domingo, 13 de novembro de 2011

Os teus passos

Os teus passos são uma valsa de Schubert
São o lago dos cisnes de Tchaikovsky
São o vento que desliza charneca fora

Esse toc, toc na calçada
Elevam-me ao pico de uma ilha deserta
Por lá me fico, de tudo alheada

Ao som dos teus passos quero adormecer
Nessa melodia quero me perder
Ao som dos teus passos

Eu quero viver.

Júlia Soares ( Pseudónimo )

Sempre que chamas por mim...

Deixo que o tempo apague a tua imagem. Aquela: que a chuva deixa na vidraça. No pensamento és nitida miragem. E  até as lágrimas são...