quinta-feira, 1 de novembro de 2012

A morte



A última lembrança
Entre a vida e a morte
É a semelhança transitória
De um raio de luar a norte
A neblina do olhar

Na memória quero ter
A tua voz carinhosa
O cheiro da erva
Um campo verde
Eu, criança a brincar

Depende da vida que se teve
O último adeus
No contorno dos lábios
Um beijo
Esventrando a ultima vontade

À beira da cova a sombra
Da saudade inacabada
Transportará memória imaculada.