terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Dia de memória do holocausto...

Hoje no dia em que todos os silêncios pesam muito mais, devemos olhar o mundo com estranheza. Afinal serão os loucos apenas loucos, ou enraivecida é a mente humana. A loucura da ganancia faz do homem um demónio criminoso, e a loucura dos tempos que correm traz até nós ecos do passado. Os demónios continuam à solta, tomando a forma de diversas ideologias, e as vítimas morrem todos os dias.
Devem pois, os homens ter medo do silêncio. 

Ser poeta é utopia...

Não sei, nem sequer sei a cor dos dias frios!   Se o céu é azul ou cinzento afogueado.    Nada sei de  efémeras  fantasias.  Delírio...