sábado, 10 de dezembro de 2011

Faz um favor às pedras

Faz um favor às pedras
Ás pedras da minha rua
Não lhes pises mais as ervas
As ervas que são suas

Faz um favor às pedras
Deixa que o verde as beije
E quem sabe alguém deseje
Que as pedras brilhem ao sol
E de noite à luz da lua
A solidão é lençol
Que as ervas desvirtua
Faz um favor às pedras
Ás pedras da minha rua.

Os sonhos chegam nas trindades…

Em qualquer canto ouço a voz dos dias!... Traz ao de cima as fantasias. Mas qualquer canto ensurdece o vento. Mesmo que o intento po...