domingo, 11 de outubro de 2015

Utopias...

Triste e esquecido, esquecido e triste
Ensaia em passos de dança:
desmembrado e macambúzio,
todas as fomes dos dias.
Ergue punhos, curva as costas
em subserviência total,
e chora a noite negra!

Não me reconheço nas lágrimas,
todas as que verto são raiva,
contra tão negra utopia.




Os sonhos chegam nas trindades…

Em qualquer canto ouço a voz dos dias!... Traz ao de cima as fantasias. Mas qualquer canto ensurdece o vento. Mesmo que o intento po...