sábado, 5 de fevereiro de 2011

Se eu te escrevesse...

Se eu te escrevesse com palavras de cor
Escreveria vermelho amorangado
Amarelo adocicado
 Em favos de mel
Um corrupio, carrossel
Verde esperança, bonança e confiança
Azul é uma lembrança
O branco de uma pomba
Que voando desponta
 O preto acinzentado
O teu rosto fechado
 O sol trazendo o por

Se eu te escrevesse com palavras de amor
Escreveria no poente,
Uma estrela luzente
Que te guiaria
Enquanto a lua sorria
Por trilhos em campo aberto
Escreveria é certo
A nostalgia da despedida
Uma lágrima de fugida
Esse teu olhar presente
Que nasce em mim igual a semente
Aos meus olhos uma flor

Se eu te escrevesse com palavras minhas
Escreveria em folhas sem linhas
Duas mãos abertas, um olhar sentido
Escreveria um amor vivido

O arco íris esconderia o rosto
Envergonhado com a paleta de cor.
Que eu juntaria num canteiros de flores
Para te escrever como quem degusta mosto