quarta-feira, 25 de maio de 2011

Desdém



Não
Imagino
O deserto
De quem
Nada tem

O ar
Condicionado
Ralha-me
Com desdém
Zzzzzzzzzzzzz
Repetitivo
Barulho
Ensurdecedor
Quero silêncio
No meu regalo
De quem tem
Ar condicionado

Zzzzzzzzzzzz
Mosquito
Esfaimado
No estômago
De quem tem
Que lutar
Pelo fresco.

O ar condicionado
Refresca-me com desdém!
Enquanto no mundo morre outro alguém. 

Maria… Um Conto de Natal...

- Maria: é o meu nome. - Porquê, Maria? Retorquiu a criança de olhos arregalados. - De onde eu venho todas as mulheres são, Marias. ...