sábado, 11 de abril de 2015

Castelos de Encantar...

Tudo fica mais leve, quando contigo,
mesmo que a ausência seja companhia
As paredes nuas… Amparo e abrigo,
e as sombras da noite trazem a magia…

Das estrelas no teu olhar! Assim prossigo,
perdida em quimeras, são pura magia!
Sempre que a solidão é frio castigo,
e as saudades atiçam à ousadia…

De sonhar com castelos de encantar.
Com um beijo teu. Um afago, a calma!
Como é doce o poder de imaginar!

Uma rua colorida, mesmo sem vivalma,
 mil balões p`lo ar, ou um rouxinol a cantar.
E a tua voz … Doce embalo da minha alma.



Os sonhos chegam nas trindades…

Em qualquer canto ouço a voz dos dias!... Traz ao de cima as fantasias. Mas qualquer canto ensurdece o vento. Mesmo que o intento po...