sábado, 4 de abril de 2015

Páscoa

Os ovos, e os coelhos alinhados,
o alecrim. E Jesus admirado!

Tempo de Páscoa, tempo de festa,
e o mundo descai… Que festa esta?

Tempo de Páscoa, ai que saudade.
Da ilusão, da meninice,
 Ai que saudade do fim de festa,
Onde a vontade sobressaísse.

Pintura: Calvário, de Antónia Ruivo.




Os sonhos chegam nas trindades…

Em qualquer canto ouço a voz dos dias!... Traz ao de cima as fantasias. Mas qualquer canto ensurdece o vento. Mesmo que o intento po...